"Eu simplesmente sinto Com a imaginação. Sentir? Sinta quem lê!", Fernando Pessoa


quinta-feira, 4 de novembro de 2010

“Ainda penso em ti: pensa em mim… mas só mais uma vez.”, Tiago BettencoutDetesto rir sem vontade.
Detesto quando quero mostrar que me magoaste, mas não consigo.
Fazes-me rir, mesmo quando já decidi esquecer.
Fazes-me rir mesmo depois de algumas lágrimas já terem escorrido.
E quero, mas sei que não posso. E lamento, mas apenas não consigo. Porque todos os ciclos acabam um dia, este não será excepção. Por mais que saudade insista em lembrar-te.

2 comentários:

Cândida Ribeiro disse...

Lindas estas palavras, e na vida á momentos que sorrimos sem vontade, mas são esses momentos que nos faz crescer e seguir em frente, e se existe "saudade" é porque valeu a pena a existência de um ciclo.
Felicidades.

Diana disse...

Obrigada Cândida